Glover Teixeira e Augusto Sakai vencem no UFC Vancouver, Cara de Sapato e Michel Pereira são derrotados

Quatro brasileiros entraram no octógono mais famoso do mundo neste último sábado (14/09).

Aos 39 anos, Glover Teixeira mostrou que o preparo físico está em dia. Em um duelo parelho contra Nikita Krylov – 12 anos mais novo, o brasileiro conseguiu atuar em alto nível nos três rounds e venceu por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28), no co-evento principal.

Já Michel Pereira exagerou nas acrobacias nos primeiros momentos, o Paraense Voador não demorou para cansar e acabou derrotado pelo estreante no Ultimate Tristan Connelly por decisão unânime (29-28, 29-27 e 29-27).

Augusto Sakai não tomou conhecimento de Marcin Tybura na última luta do card preliminar do UFC Vancouver, neste sábado, no Canadá. O peso-pesado (até 120kg) precisou de apenas 59 segundos para vencer o polonês por nocaute. Esta foi a sua terceira vitória seguida desde que foi contratado pelo Ultimate.

Antônio Carlos Cara de Sapato tentou até o fim, resistiu a um knockdown, teve o nariz quebrado logo no início do duelo, mas a vontade do brasileiro não foi o suficiente para vencer Uriah Hall. Superior na luta em pé, o jamaicano venceu por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28), pelo peso-médio (até 84kg) e impôs o segundo revés seguido ao oponente.

UFC Vancouver
14 de setembro, no Canadá
CARD PRINCIPAL:
Justin Gaethje venceu Donald Cerrone por nocaute técnico aos 4m18s do R1
Glover Teixeira venceu Nikita Krylov por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)
Todd Duffee x Jeff Hughes foi declarada sem resultado aos 4m03s do R1
Tristan Connelly venceu Michel Pereira por decisão unânime (29-28, 29-27 e 29-27)
Uriah Hall venceu Antônio Cara de Sapato por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)
Misha Cirkunov venceu Jimmy Crute por finalização aos 3m38s do R1
CARD PRELIMINAR:
Augusto Sakai venceu Marcin Tybura por nocaute aos 59s do R1
Miles Johns venceu Cole Smith por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)
Hunter Azure venceu Brad Katona por decisão unânime (29-28, 30-27 e 29-28)
Chas Skelly venceu Jordan Griffin por decisão unânime (triplo 29-28)
Louis Smolka venceu Ryan MacDonald por nocaute técnico aos 4m43s do R1
Austin Hubbard venceu Kyle Prepolec por decisão unânime (triplo 29-28)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *